quinta, 13 de dezembro de 2018 - 15:55h
Amapá participa de encontro do Programa Brasil Mais Produtivo em Brasília
O objetivo do encontro é fazer o balanço do Programa no território nacional, na promoção de políticas públicas para o desenvolvimento das pequenas e médias indústrias.
Por: Leidiane Lamarão
Foto: Da Redação
Agência Amapá compõe o grupo de trabalho da Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (CEPAL_ONU)

A Diretora-Presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico do Amapá, Tânia Maria, representando o Governo do Estado do Amapá, participou nesta quarta-feira, 12, do encontro do Programa Brasil Mais Produtivo, ocorrido em Brasília, no Distrito Federal.

O encontro teve como objetivo, o balanço de atuação do Programa no território nacional, a partir de políticas públicas de desenvolvimento das pequenas e médias indústrias, além de discutir sua importância na agenda de produtividade do País.

Durante a programação, foram apresentados resultados das pesquisas de avaliação de pares e avaliação de impacto do Programa, realizado pela Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (CEPAL_ONU) a qual, a Agência de Desenvolvimento Econômico do Amapá (Agência Amapá) faz parte, por meio do Grupo de Trabalho Permanente dos Arranjos Produtivos Locais (GTP-APL) e também, pelo Instituto de Pesquisa Econômica aplicada (IPEA).

Outro destaque durante a Programação, foi o Painel sobre avaliação de políticas públicas, que tratou da importância do tema e dos esforços de diferentes instituições em implementar uma cultura da avaliação das políticas públicas de desenvolvimento.

O Brasil Mais Produtivo (B+P) é uma iniciativa do governo federal, através do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), que visa elevar a produtividade de processos produtivos, com a promoção de melhorias rápidas, de baixo custo e alto impacto. Tendo como foco as pequenas e médias empresas industriais do Brasil, o programa enfrenta de maneira prática e assertiva um dos principais desafios para o desenvolvimento do país: o crescimento da produtividade industrial.

A promoção desse crescimento passa por uma série de medidas, dentre elas, a melhoria da gestão e a otimização da produção no chão de fábrica. Desse modo, o programa difunde práticas consolidadas pela cultura de aperfeiçoamento contínuo como forma de aumentar a produtividade, reduzir o consumo de energia elétrica e reduzir perdas e desperdícios nos processos produtivos de empresas industriais.

A governança do Programa B+P é exercida por meio de comitês nacionais para cada uma das ferramentas: os Comitês de Orientação Estratégica e os Comitês de Orientação Técnica de Manufatura Enxuta, de Eficiência Energética e de Digitalização e Conectividade. Todos os comitês são coordenados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) e compostos pelos parceiros do programa.

IMAGENS RELACIONADAS
  • Brasil Mais Produtivo
  • Programa Brasil Mais Produtivo
NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

AP - Agência Amapá
Av. Cônego Domingos Maltês, 916, Trem CEP 68901-050 – Macapá / AP – Brasil (96) 98414-1005 - (96) 2101-5800 - gabinete@ageamapa.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2019 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá