sexta, 04 de outubro de 2019 - 17:31h
Técnicos da Agência Amapá recebem capacitação do Programa Amazônia Florescer
O Programa foi concebido para possibilitar o acesso ao crédito aos empreendedores populares da Região Amazônica
Por: Leidiane Lamarão
Foto: Leidiane Lamarão

Na manhã desta sexta-feira, 04, técnicos da Agência de Desenvolvimento Econômico do Amapá receberam a equipe de microcréditos do Banco da Amazônia, para orientações sobre crédito solidário do Programa Amazônia Florescer, ofertado pelo Banco da Amazônia em parceria com o Governo do Amapá.

O Programa foi concebido para possibilitar o acesso ao crédito aos empreendedores populares da Região Amazônica, tendo como finalidade o relacionamento direto e permanente com os empreendedores tomadores do crédito, no próprio local onde exercem suas atividades.

Em razão da necessidade de um acompanhamento diferenciado para esse público a Gerência de Micro finanças e Agricultura Familiar (GEMAF) do Banco da Amazônia realizou a capacitação aos técnicos da Agência Amapá, que é parceira do Programa e fará orientações aos empreendedores locais, através da Diretoria de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.

“Essa linha vem se adequar a vários programas de empreendedorismo do Estado, à medida que vão adquirindo os créditos, a Agência Amapá vai atuar no sentido orientação, acompanhamento e assessoramento” reforça diretor de Desenvolvimento Setorial e Regional da Agência Amapá, Joselito Abrantes.

O crédito será para a compra de ferramentas, máquinas e equipamentos, realização de pequenas reformas e ampliações de instalações do negócio. O Banco da Amazônia ainda oferece capital de giro em Grupo Solidário para compra de insumos, matéria-prima e mercadorias para grupos solidários com atividades de ciclos operacionais semelhantes ou não.

“Sabemos que o Microcrédito não vai resolver o problema imediato da pobreza, mas ele ajuda significativamente, pois apresenta solução ao microempreendedor para seguir investindo no seu negócio. E as estatísticas mostram que o microempreendedor é o que mais honra com o seus compromissos.” ressaltou o Analista administrativo operacional OSCIP AMAZONCRED, Augusto Alex.

A linha de microcrédito operacionalizada será de R$ 300 a R$ 21 mil com o uso da metodologia do Programa de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO).

Para participar do Programa Amazônia Florescer, o empreendedor de qualquer segmento deve residir ou trabalhar no bairro onde fica o seu negócio; ter uma atividade há pelo menos um ano; idade mínima de 18 anos, além de apresentar cópias do CPF, Carteira de Identidade e comprovante de residência.

Os interessados podem acessar o crédito por meio da formação de Grupos Solidários de 3 a 10 pessoas. Na medida em que os empreendedores vão pagando o crédito ele vai aumentando. Para obter mais informações, basta procurar a unidade no Super Fácil Zona Oeste, que aí será formado um grupo solidário e liberado o primeiro crédito.

“Estamos muito felizes, pois esta nova linha de crédito vai incentivar os microempreendedores informais a não só conseguirem o crédito, como também se formalizarem para crescer e buscar outros tipos de créditos e assim, tornar o setor mais forte e mais favorável à geração de emprego e renda” destacou a diretora de apoio às Micro e pequenas Empresas da Agência Amapá, Inês Ramos.

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

AP - Agência Amapá
Av. Cônego Domingos Maltês, 916, Trem CEP 68901-050 – Macapá / AP – Brasil (96) 98414-1005 - (96) 2101-5800 - gabinete@ageamapa.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2019 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá